top of page
Buscar

O tal do "viver de propósito"

Hoje eu voltei a escrever no Linkedin - fazia um tempo que eu não postava nada por lá! Aproveitei para fazer um #respost do Chris, meu marido, que dia desses falou sobre propósito, mudança de país, e outras coisas mais...

(se você ainda não leu esse post, vale a pena conferir nesse link)

Se tem uma expressão que está na moda nos últimos anos é o “viver com propósito”. Algo que vai desde inserir práticas para melhorar a rotina diária até a venda/criação de serviços/produtos com propósito.

Tem livro, tem curso online, tem vivência, tem workshop, tem até estratégia de marketing #purposedriven.

Eu confesso que, durante muito tempo, tive preconceito com esse tal de propósito. A visão que eu tinha era de que essa era uma busca exterior, competitiva e comparativa. Como se colocássemos uma meta, com prioridades e KPIs, sobre algo que precisa ser alcançado, encontrado ou construído a partir de algo que está no mundo exterior.

Mas minha descoberta pessoal é que propósito não tem nada a ver com isso. Trata-se e um processo interior, um olhar pra dentro, pro seu próprio processo. E é esse “colocar luz” em si que faz com que o seu brilho pessoal inspire o externo. É um processo de dentro pra fora.

E como é que faz pra olhar pra dentro? Sim, eu sei que a tarefa é desafiadora.

Pra que esse encontro aconteça, é preciso desprogramar, desaprender, limpar informações e crenças que estão aí, impregnadas, e que foram passadas durante nossa criação, pela sociedade, entre tantas outras fontes. Assim, você vai, aos poucos, se conectando com seus dons, talentos e virtudes, que são pessoais e intransferíveis.

Só você sabe fazer o que faz, do jeito que faz.

E é nesse fortalecimento de sua individualidade que a comparação deixa de existir. E você passa a deixar a sua luz própria brilhar.

O seu emprego pode mudar.

Você pode inclusive, assim como eu, mudar de profissão.

Mas a sua essência nunca muda. E fazer valer a sua essência, quem você é, é viver o seu propósito.

Você pode começar, agora mesmo, respondendo a si mesmo as seguintes perguntas:

“Como a minha presença impacta as pessoas à minha volta?”

“O que eu entrego de melhor a elas?”

Através dessas respostas, você receberá uma grande pista de qual é o seu propósito. :-D

EU vou ADORAR conversar um pouco mais com você sobre esse tema - caso queria continuar o papo, é só responder essa mensagem!

Ah - e se vc não ainda não me segue lá no Linkedin, é só clicar aqui, te espero por lá também!



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Uma chama

コメント


bottom of page